sábado, 9 de março de 2019

Amora, 1922/25 (principal)


Mais uma viagem até ao tempo do andar com as balizas às costas. Um dos primeiros equipamentos do Amora Futebol Clube terá sido assim, segundo se percebe pela foto que acompanha este post. Sim, noutro tempo chegou a jogar-se de camisa. Quando até a própria Selecção Nacional já o fez...
Fonte: Amora FC

quarta-feira, 6 de março de 2019

Portugal, 1989 (principal)


Tendo em linha de conta que este mês se assinalam os 30 anos da histórica vitória da selecção portuguesa no Mundial sub-20 de Riade, nada como ir buscar um dos equipamentos usados nessa competição. É um facto que podia ter apresentado aqui o alternativo também, que ainda daria menos trabalho a fazer que este, mas como me está a dar uma enorme vontade de ir dormir, fica para já só o principal. 

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Farense, 1980/81 (principal)

Regresso ao Algarve por alturas destes dias solarengos, para recordar quando o Farense equipava de riscas horizontais como a casa-mãe Sporting (só não atinaram foi com a cor das riscas, mas isso são detalhes). Provavelmente terá sido utilizado durante mais épocas, mas como esta é a única com certeza devido à foto ali em baixo (em que o capitão é um desconhecido chamado Manuel Cajuda), ficamos assim.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

CD Estrela, 2018/19 (principal)

Mais um dia em que eu quebro as minhas duas regras principais. Ainda agora tinha colocado um recuerdo do Estrela da Amadora e agora já aqui temos mais um...
... se bem que, se formos a ver bem a coisa, não é exactamente do mesmo clube, n'est-ce pas? Aqui figura o herdeiro do histórico (e infelizmente defunto) clube da Reboleira, que esta temporada já possui equipa de futebol sénior nos Distritais da AF Lisboa.
Todavia, esta forma de "contornar as minhas regras" não impede da pulverização da segunda regra, que é "não desenhar equipamentos modernos". Mas assim como assim, como este dibujo surge após um desafio no Twitter, lá me senti na obrigação de o levar ao fim.
PS: o patrocínio que aparece ali em cima não é o mesmo que aparece na foto ali de baixo, como é evidente. Assim ficou após uma troca de impressões twitteriana.
Fonte: Zerozero

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Est. Amadora, 2008/09 (principal)

Quando a temporada em questão arrancou, estávamos muito longe de imaginar que essa seria a última em que figuraria o Estrela da Amadora. Dez anos depois, após um processo de insolvência e uma refundação, o Clube Desportivo Estrela, herdeiro do histórico clube da Reboleira, vai dando os primeiros passos no Distrital de Lisboa. Mas creio não ficar mal recordarmos a última época que os amadorenses figuraram no escalão máximo do futebol nacional - fazendo votos sinceros que não demorem muito a regressar lá.
Fonte: Revista Futebolista

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

GDR Amoreiras-Gare, 2012/? (principal)

Pois é, está na altura de acrescentar qualquer coisita a este espaço, tão desprezado nestes últimos meses - e pensar que havia alturas em que não conseguia largar o Illustrator! Enfim, a vida dá muitas voltas e muitas marés - mas isso não interessa nada. E, para verdes como as coisas mudaram, aqui não aparece um equipamento vintage, aparece um actual! Sim, desde Fevereiro de 2012 que o Grupo Desportivo e Recreativo das Amoreiras-Gare, na altura a disputar o INATEL de Beja, veste camisolas da Adidas, compradas após uma vaquinha entre todos. E como o "bago" anda escasso e isto é tudo malta que não recebe um tusto para dar chutos na bola, desde então têm-se usado as mesmas camisolas. Nos dias de hoje, o GDR Amoreiras-Gare já anda nos Distritais da AF Beja, a lutar para tentar subir ao Distritalão - mas a coisa anda complicada. A ver vamos...

(prometo que depois disto, me volto a virar novamente para as camisolas velhinhas)


sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Sporting, 1987/88 (principal)


Olha, isto ainda mexe!
Pois é, tenho andado parado com muitos dos meus projectos mas não significa que, de vez em quando, não pense neles.
E para mostrar que até sou um tipo porreiro e boa-onda, quebro o meu hiato com duas camisolas do Sporting, referentes ambas à mesma época - um pouco à semelhança como em 2015/16, em que o patrocínio surgiu depois do início da temporada. E... oh, ratos, lá calhou mais uma com a FNAC. Que chatice, pah...
Sim, eu sei que esta é pouco diferente da da época seguinte que já cá anda pelo web-log. Mas se vocês soubessem o que foi preciso editar...
Fonte: Glórias do Passado
Fonte: Armazém Leonino